Wiki Donkey kong
Advertisement

"Bad Hair Day" ("dia de cabelo ruim", em português brasileiro), conhecido como "Um Dia Ruim" no Brasil, é o primeiro episódio da primeira temporada da série animada Donkey Kong Country. O episódio foi escrito por Nadine Van der Velde, e teve estreia na França em 23 de agosto de 1997. Nele, os personagens principais da série e locais da Ilha de Kongo Bongo são apresentados.

Sinopse[]

No início, enquanto toca um órgão musical na cabana dele, Cranky Kong usa uma canção para se apresentar. Depois disso, ele conta a história do Coco de Cristal, falando diretamente com os(as) telespectadores(as), "quebrando" a quarta parede[1]. Cranky explica que quem encontrou a relíquia em primeiro lugar é o(a) escolhido(a) como futuro(a) líder da Ilha de Kongo Bongo, enquanto o Coco de Cristal mostra um holograma de Donkey Kong. Mas vilões irão tentar roubar a relíquia para conquistar a ilha, e o holograma de King K. Rool é mostrado. Logo após, K. Rool, General Klump e muitos Kritters podem ser vistos do lado de fora se preparando para invadir a cabana. O rei ordena o general a adquirir o Coco de Cristal. Os Kritters usam lançadores de Klaptraps para atirarem na cabana, e os Kremlings minúsculos começam a roer as paredes e telhado da construção. Cranky grita com os Klaptraps, mandando eles irem embora, e em seguida, grita por Donkey Kong, pedindo ajuda.

Enquanto isso, na casa da árvore de Donkey e Diddy Kong, o gorila está tentando decidir que gravata usar entre duas idênticas. Depois que Diddy tem problemas para usar um elevador barril na entrada da casa da árvore, Donkey ouve o grito de socorro de Cranky. Os dois heróis se dirigem rapidamente à Cabana do Cranky usando cipós para se balançar pela selva. Na cabana, o General Klump e os Kritters começam a marchar em direção à entrada pela ponte. Donkey aparece caindo do alto e gritando "Banana Slamma". Ele cai sobre um barril próximo à cabana que faz partes da ponte se erguerem diagonalmente, derrubando alguns Kritters. Donkey ativa mais três barris e arremessa o General Klump e o restante dos Kremlings para longe, exceto King K. Rool. O rei começa a correr até parar diante da beira da ponte. Dizendo ser um bom esportista, ele decide admitir derrota e reconhecer a vitória de Donkey e Diddy, e em seguida, pula da ponte. Com o Coco de Cristal a salvo, Cranky pede aos dois heróis para reconstruírem o telhado da cabana dele antes que K. Rool ataque de novo.

No lar dos Kremlings, K. Rool está frustrado e ordena que o General Klump derrote Donkey Kong. Com o general respondendo que o gorila é invencível por causa de bananas, o rei consulta um dos livros na câmara secreta do lar, encontrando um maldição para usar contra o herói. Ele lê sobre uma maldição que tira a força da vítima cortando o cabelo dela, retornando somente após o cabelo crescer de novo. Mas o general questiona quem deles seria capaz de se aproximar de Donkey Kong por tempo o bastante para cortar o cabelo dele, e K. Rool responde que já pensou sobre isso.

Voltando à casa da árvore de Donkey e Diddy, o gorila está se preparando para um encontro de aniversário com a namorada dele, Candy Kong, com Diddy dizendo que não é possível ter diversão com garotas. Agora na Fábrica de Barris da ilha, Cranky aparece sobre a esteira na parte externa e superior da fábrica. Enquanto sendo levado, o macaco idoso fala diretamente com os(as) telespectadores(as) de novo, apresentando o local e dizendo que fabricam barris aqui. Depois de ser conduzido para dentro da fábrica, a máquina que cria barris prende Cranky dentro de um barril. Ele continua a falar que a fábrica pertence a Bluster Kong. Depois que a tampa do barril é colocada, Cranky também diz que o gorila pomposo é o maior rival de Donkey Kong quando se tratando de conquistar o amor de Candy. Bluster traz um bolo de creme de banana para o aniversário de Candy e a chama para um encontro. Ela recusa, e coloca o bolo na esteira para ser destruído, mas Bluster consegue parar a esteira a tempo antes do presente ser destruído. Donkey aparece sobre a esteira em movimento, carregando algumas bananas num bastão como presente. Mas depois que o bolo acaba caindo na cara dela, Candy manda Donkey na direção da esteira de barris rejeitados, e ele assume que o encontro dos dois está cancelado agora.

De volta ao lar dos Kremlings, King K. Rool pergunta ao General Klump como está procedendo a próxima parte do plano da maldição. O general e alguns Kritters saem do caminho, revelando a cabeça de um clone robô de Candy. A cabeça até mesmo demonstra a capacidade de falar com o rei antes de ser conectada ao corpo dela. Na casa da árvore de Donkey e Diddy, o gorila está deprimido sobre o encontro cancelado com Candy, e o pequeno primata tenta consolá-lo. Logo em seguida, a Candy robô aparece, e usa a grande força dela para ativar o elevador da casa. A Candy robô recita a maldição e pergunta se pode cortar o cabelo de Donkey, e apesar de estar confuso com a situação, ele concorda. Depois que a robô termina, todo o cabelo do topo da cabeça do gorila se foi. Apesar de Donkey ficar preocupado, a Candy robô diz que ele logo vai se acostumar com isso. Após a robô ir embora, Donkey tentar ativar o elevador, mas não tem mais a força suficiente para socar o botão.

Do lado de fora da Cabana do Cranky, K. Rool retorna com outro pelotão de Kritters para tentar roubar o Coco de Cristal de novo. O gorila idoso pergunta se o rei sabe quando desistir. K. Rool manda Krusha pegar a relíquia, e Cranky grita por socorro chamando Donkey Kong. Depois que o herói chega, ele tenta dar vários socos no Kremling musculoso, mas o gorila fica cansado. Em seguida, Krusha derruba Donkey com apenas um soco. O gorila é jogado contra o globo contendo o Coco de Cristal e desmaia. Cranky implora para Donkey Kong acordar, mas K. Rool e Krusha simplesmente entram e levam a relíquia embora. Algum tempo depois, o gorila idoso pergunta a Donkey o que aconteceu, e o herói explica sobre os eventos mais cedo com Candy. Cranky percebe imediatamente que o problema foi causado por uma maldição. Logo em seguida, Funky Kong chega no avião dele e pousa na ponte da Cabana do Cranky. Ele pergunta se o Coco de Cristal foi realmente roubado. Donkey confirma. O gorila piloto propõe levar Donkey para a plantação de bananas e tentar quebrar a maldição com elas. Funky, Donkey e Diddy partem no avião, enquanto Cranky diz que essa é uma ideia tola, e volta para dentro da cabana dele para preparar uma poção contra a maldição.

Depois de chegar à plantação, Donkey Kong começa a comer muitas bananas, mas a força dele não retorna. Na Cabana do Cranky, o gorila idoso termina a poção, e pede para Candy e Bluster a entregarem para Donkey, e diz a ela que somente quem lançou a maldição em primeiro lugar pode desfazê-la. Mas Candy diz que ela não lançou a maldição, e Bluster confirma, dizendo que ela ficou o dia inteiro na fábrica de barris. Percebendo que existe uma impostora para Candy, Cranky diz para os dois entregarem a poção porque ela vai funcionar mesmo assim.

No lar dos Kremlings, King K. Rool declara diante de suas tropas que com o Coco de Cristal a Ilha de Kongo Bongo é dele para governar. Mas o general Klump avisa ao rei que Cranky criou uma poção para curar a maldição sobre Donkey Kong. No mesmo momento, Candy e Bluster estão voando no helicóptero de barril, e ela pergunta onde Donkey pode estar. Mas a hélice principal do veículo para de funcionar, tendo sido comida por Klaptraps. Enquanto o helicóptero cai, os dois primatas pulam do veículo, e caem na selva. Depois dos dois caminharem um pouco, Bluster começa a reclamar e decide tirar a poção de Candy. Não se importando com o que pode acontecer com a ilha, ele derrama a poção no chão. No mesmo local, uma bananeira gigante brota instantaneamente.

De volta à plantação de bananas, Donkey Kong acorda depois de ter comido muitas bananas, e Diddy diz aliviado que ainda há muitas delas. O gorila diz que não consegue comer mais bananas, mas Diddy o força a comer mais. Logo após isso, o cabelo da cabeça de Donkey cresce de novo. Momentos depois, K. Rool ordena Krusha guardar o Coco de Cristal no cofre do lar deles. De repente, Donkey Kong cai diante do Kremling, usando um buraco no teto do covil. Krusha acha que o herói ainda está fraco, e não é páreo para ele. Mas para surpresa de todos, Donkey consegue chutar a relíquia das mãos de Krusha pelo buraco no teto. O Coco de Cristal cai na Cabana do Cranky, e depois de quicar algumas vezes pelo interior dela, o objeto finalmente aterrissa no interior do globo onde originalmente estava guardado. Cranky fica animado com a relíquia ter retornado e por achar que a poção dele funcionou. No lar dos Kremlings, Donkey deixa Krusha tonto, e vai embora para a festa de aniversário de Candy. K. Rool lamenta a falha do plano dele.

Nas docas da ilha, Candy aparece diante de Donkey oferecendo um presente por considerá-lo um grande herói. Mas outra Candy carregando um presente exatamente igual ao primeiro também aparece. As duas tentam convencer o gorila de que são a verdadeira Candy. Donkey diz que sabe exatamente quem é a verdadeira e escolhe uma delas. Por causa disso, aquela que não é escolhida vai embora zangada depois de atirar o presente dela em Donkey Kong. A Candy escolhida tenta beijar o herói, mas entra em curto-circuito e explode. A cabeça dela é lançada para longe, enquanto Donkey fica confuso e com o rosto sujo de fumaça.

Canções[]

  • 'Cause I'm Cranky ("porque eu sou Cranky (razinza)", em português brasileiro)
  • Candy Clone ("clone Candy", em português brasileiro)

Curiosidades[]

  • O enredo deste episódio em que Donkey Kong perde a força por ter os cabelos cortados é baseado na história de Sansão[2], um personagem da Bíblia Hebraica[3]. Na história, Sansão tem uma força incrível, mas a perde quando o cabelo é cortado por traição da amante dele, Dalila[4]. Esse evento também é comparável a este episódio em que a Candy robô engana Donkey e corta os cabelos dele.

Referências[]

Advertisement